segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Holocausto e o incêndio da boate Kiss há alguma semelhança?


Como funciona o "A cada um segundo suas obras"
Nas desencarnações coletivas – Explicação dos resgates coletivos em Obras Póstumas

Boate Kiss

Após assistir pela televisão as cenas do incêndio na Boate Kiss, na cidade de Santa Maria, RS, no dia 27 de janeiro de 2013, orando pelos desencarnados, pelos feridos e todos os seus parentes que ficaram, um amigo espiritual me disse tratar-se de "RESCALDO DA 2ª GUERRA MUNDIAL". Diante dessa revelação refleti:
"Quem sabe se os Espíritos que desencarnaram na boate Kiss, por inalação de fumaça tóxica, foram aqueles que conduziram nossos irmãos judeus, poloneses e russos para morrerem nas câmaras de gás e nos fornos crematórios dos campos de concentração durante a segunda grande guerra mundial?".
Pois bem, vejamos as "coincidências" se encaixando com relação à intuição recebida sobre a causa da dolorosa tragédia:

1ª "COINCIDÊNCIA"

 INCÊNDIO EM BOATE NO RS GEROU O MESMO GÁS USADO POR NAZISTAS

Vejamos a notícia veiculada pelo INFO – ONLINE NOTÍCIAS no dia 30/01/2013:
"São Paulo – O incêndio de domingo (27) na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), liberou cianeto, a mesma substância usada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial para matar judeus e outros prisioneiros em câmaras de gás. O número de mortos já chega a 235 e o de hospitalizados a 143.
Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o diretor médico do Centro de Assistência Toxicológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Ceatox), Anthony Wong, afirmou que essa substância é um dos venenos mais letais que existem. O gás cianeto é o princípio ativo do Zyklon B, usado pelas tropas de Adolf Hitler no Holocausto. Ele é capaz de matar as células rapidamente ao impedir que elas produzam energia.
Gás cianeto, fuligem e o monóxido de carbono foram as substâncias produzidas durante o incêndio pela queima dos materiais usados no isolamento acústico da Boate Kiss, como a espuma de poliuretano, usada em revestimentos acústicos baratos para isolar o som ambiente. Os revestimentos de boa qualidade são antichamas e não inflamáveis.
Segundo Wong, um dos agravantes é que o cianeto não tem cheiro, nem cor. Além disso, ele consegue matar rapidamente, entre quatro a cinco minutos. Por ter essas características, muitos jovens acabaram intoxicados sem saber, pois imaginavam que estavam protegidos por máscaras improvisadas com roupas molhadas enroladas no rosto".

2ª "COINCIDÊNCIA"
Em 27 DE JANEIRO, DATA DA OCORRÊNCIA DO INCÊNDIO NA BOATE KISS, COMEMORA-SE O DIA INTERNACIONAL EM HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO

Outra coincidência que me chamou a atenção, foi o fato de no DIA 27 DE JANEIRO se comemorar o Dia Internacional do Holocausto. A data foi escolhida pela Assembleia Geral da ONU não por acaso. Neste dia, as tropas soviéticas libertaram o campo de concentração na cidade polonesa de Oswiecim (Auschwitz), que era uma verdadeira "fábrica da morte" para os presos, na sua maioria, judeus.
Em Auschwitz foram assassinadas cerca de um milhão e meio de pessoas. Destes, 150 mil eram poloneses, 100 mil, russos, e mais de um milhão, judeus. Samuel Pizar, um ex-prisioneiro, diz que o campo era "um inferno na Terra".

O PORQUÊ DAS EXPIAÇÕES COLETIVAS

 Agora, como aplicar o ensinamento do Cristo às mortes coletivas que aconteceram na Boate Kiss, na cidade de Santa Maria, no interior do Estado do Rio Grande do Sul, em incêndio ocorrido no dia 27 de janeiro de 2013, ceifando a vida de cerca de 240 jovens pela inalação de fumaça tóxica ou por queimaduras? Enfim, como explicar todos esses e muitíssimos outros fatos dramáticos sob a ótica da Justiça Divina?
Para melhor entendermos a questão das expiações coletivas, esclarece o Espírito Clélia Duplantier, em Obras póstumas, que é preciso ver o homem sob três aspectos: o indivíduo, o membro da família e, finalmente, o cidadão. Sob cada um desses aspectos ele pode ser criminoso ou virtuoso. Em razão disso, existem as faltas do indivíduo, as da família e as da nação. Cada uma dessas faltas, qualquer que seja o aspecto, pode ser reparada pela aplicação da mesma lei.
 A reparação dos erros praticados por uma família ou por certo número de pessoas é também solidária, isto é, os mesmos espíritos que erraram juntos reúnem-se para reparar suas faltas. A lei de ação e reação, nesse caso, que age sobre o indivíduo, é a mesma que age sobre a família, a nação, as raças, enfim, o conjunto de habitantes dos mundos, os quais formam individualidades coletivas.
Tal reparação se dá porque a alma, quando retorna ao Mundo Espiritual, conscientizada da responsabilidade própria, faz o levantamento dos seus débitos passados e, por isso mesmo, roga os meios precisos a fim de resgatá-los devidamente.
Quem sabe se os Espíritos que desencarnaram na boate Kiss, por inalação de fumaça tóxica, foram aqueles que conduziram nossos irmãos judeus, poloneses e russos para morrerem nas câmaras de gás e nos fornos crematórios dos campos de concentração durante a segunda grande guerra mundial?

TRAGÉDIA DO CIRCO

Outro fato que chocou a todos e com maior número de vítimas, em relação ao ocorrido recentemente em Santa Maria, aconteceu no dia 17 de dezembro de 1961, na cidade de Niterói, RJ, em comovedora tragédia num circo. A justiça da lei, através da reencarnação, reaproximou os responsáveis em diversas posições da idade física para a dolorosa expiação, conforme relata o Espírito Humberto de Campos, pelo médium Chico Xavier, no livro Cartas e crônicas. Os que morreram no século XX no circo de Niterói foram os mesmos que, no ano 177 de nossa era, queimaram cerca de mil crianças e mulheres cristãs na arena de um circo na Gália, região da França, na época do Império Romano.

OUTRAS CAUSAS DAS MORTES COLETIVAS

Na mensagem "Desencarnações Coletivas", no livro Chico Xavier pede licença, o benfeitor espiritual Emmanuel esclarece outros motivos para as mortes que se verificam coletivamente. Diz ele:
 "Invasores ilaqueados pela própria ambição, que esmagávamos coletividades na volúpia do saque, tornamos a Terra com encargos diferentes, mas em regime de encontro marcado para a desencarnação conjunta em acidentes públicos.
Exploradores da comunidade, quando lhe exauríamos as forças em proveito pessoal, pedimos a volta ao corpo denso para facearmos unidos o ápice de epidemias arrasadoras.
Promotores de guerras manejadas para assalto e crueldade pela megalomania do ouro e do poder, em nos fortalecendo para a regeneração, pleiteamos o Plano Físico a fim de sofrermos a morte de partilha, aparentemente imerecida, em acontecimentos de sangue e lágrimas.
Corsários que ateávamos fogo a embarcações e cidades na conquista de presas fáceis, em nos observando no Além com os problemas da culpa, solicitamos o retorno à Terra para a desencarnação coletiva em dolorosos incêndios, inexplicáveis sem a reencarnação".

FAMÍLIA MORRE QUEIMADA

Vejamos agora como funciona a lei de ação e reação para redimir culpas passadas de diversos membros de uma família que, por vingança, incendiaram a casa de um vizinho pela madrugada, matando todos dentro da casa. Os espíritos que compunham a família devedora, ao reencarnarem, unidos novamente pelos laços consanguíneos, expiaram seus crimes num desastre, no qual o carro em que viajavam pegou fogo, morrendo todos queimados dentro do veículo.
Como se vê, cada membro da família reparou individualmente os crimes cometidos na encarnação anterior, dentro do resgate coletivo. De fato, a dor coletiva é o remédio que corrige as falhas mútuas. No entanto, cada um só é responsável pelas suas próprias faltas, como determina a Justiça Divina, ou seja, como indivíduos ou como membros de uma coletividade, todos nós somos responsáveis pelos nossos atos perante as leis de Deus.
Segundo Emmanuel, nós "criamos a culpa e nós mesmos engenhamos os processos destinados a extinguir-lhe as consequências. E a Sabedoria Divina se vale dos nossos esforços e tarefas de resgate e reajuste a fim de induzir-nos a estudos e progressos sempre mais amplos no que diga respeito à nossa própria segurança. É por este motivo que, de todas as calamidades terrestres, o Homem se retira com mais experiência e mais luz no cérebro e no coração, para defender-se e valorizar a vida".
Tais apontamentos foram feitos ao final do capítulo intitulado "Desencarnações Coletivas", no livro Chico Xavier pede licença, quando o benfeitor espiritual responde por que Deus permite a morte aflitiva de tantas pessoas enclausuradas e indefesas, como nos casos de incêndios.

CONCLUSÃO

É importante ressaltar que diversas circunstâncias colaboraram para a ocorrência da tragédia, pois na prática da engenharia de segurança há a seguinte equação:

CONDIÇÃO INSEGURA + ATO INSEGURO = ACIDENTE

    Substituindo os componentes da equação:
    1 – Condição insegura: o teto em cima do palco de material inflamável;
    2 – Ato inseguro: artefatos que projetaram labaredas durante o espetáculo e que atingiram o teto.

Diz Allan Kardec, em nota ao final da questão 738 - b de O Livro dos Espíritos, que "venha por um flagelo a morte, ou por uma causa comum, ninguém deixa por isso de morrer, desde que haja soado a hora da partida. A única diferença, em caso de flagelo, é que maior número parte ao mesmo tempo".
E finalmente, segundo esclareceram os Espíritos Superiores a Allan Kardec, na resposta à questão 740 de O Livro dos Espíritos, "os flagelos são provas que dão ao homem ocasião de exercitar a sua inteligência, de demonstrar sua paciência e resignação ante a vontade de Deus e que lhe oferecem ensejo de manifestar seus sentimentos de abnegação, de desinteresse e de amor ao próximo, se o não domina o egoísmo".
Eis que tudo tem a sua razão de ser, embora no primeiro momento não consigamos abranger o quadro espiritual que está por trás de todos os acontecimentos trágicos. As chamadas "coincidências", somadas ao pensamento lógico Espírita, através da Lei da Reencarnação, mostram que o passado culposo pode, sim, ter tido sua reparação agora, pois a prática do mal nunca fica impune.

                                                             Assista o vídeo:        

                 fonte:aaanjr57

sábado, 19 de agosto de 2017

Curioso:Jovem surta após assistir o filme "Anabelle 2" no Piauí(Brasil)


Uma jovem de cerca de 20 anos teve um surto após assistir ao terror “Anabelle 2” em um shopping de Teresina, no Piauí, na noite desta quinta (17). O vídeo, compartilhado nas redes sociais, mostra de longe uma pessoa caída no chão,gritando e tossindo de forma descontrolada.Ela aparece cercada de amigos,que tentam ajudá-la sem sucesso.

O caso foi confirmado pelo UOL com a assessoria de imprensa do Shopping Teresina, que afirmou que a menina foi auxiliada pela brigada de incêndio e, em seguida, encaminhada a um hospital em uma ambulância. O caso aconteceu por volta das 23h,horário que o local já preparava para fechar as portas.

“A gente não conseguiu identificar exatamente o que aconteceu nem o que ocasionou esse comportamento”, disse um funcionário do shopping. “O que sabemos é que ela estava realmente muito nervosa e nem mesmo soube explicar aos funcionário do shopping."O que sabemos é que ela estava realmente muito nervosa e nem mesmo soube explicar aos funcionários o que aconteceu.O shopping não soube informar o hospital ao qual ela foi levada nem o estado atual del agora.

Dirigido por David. Sandberg, “Annabelle 2 - A Criação do Mal” estreou no Brasil nesta quinta. O filme é a continuação do longa lançado em 2014, que traz a história de uma boneca amaldiçoada, apresentada no sucesso de bilheteria "Invocação do Mal".

                                                              Assista o vídeo: 
    
                 fonte:Gospel Prime

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O bizarro jardim medieval misterioso de monstros da Itália


 A cidadezinha de Bomarzo, que hospeda o parque dos monstros também conhecido como bosque sagrado,fica na Itália.

O parque é um lugar curioso e narra a lenda que nasceu a causa de uma dolorosa história de amor…

Ele foi inaugurado em 1552 e idealizado pelo arquiteto Pirro Ligorio, que também havia trabalhado na continuação da Basílica de São Pedro após a morte de Michelangelo.


Quem o encomendou foi o príncipe Pier Francesco Orsini.

O parque na verdade foi construído dentro de um bosque, dentro do qual foram instaladas figuras mitológicas e às vezes grotescas, animais e personagens mitológicos, além de monstros.


Netuno (Poseidon) e um golfinho. Na mitologia, o golfinho está ligado ao deus Apolo, que se se transformou nesse animal, para conduzir os cretenses a Delfos.

O bosque ocupa cerca de 3 hectares e o príncipe era um cultor de estudos clássicos e mitológicos.

Mas por que construir um parque assim, com figuras feias ou pelo menos curiosas, quando os ricos da épocas construíam jardins italianos, com fontes maravilhosas?


Os obeliscos também são decorados com máscaras grotescas

A história é que o parque nasceu para exorcizar a dor de um amor perdido. Giulia Farnese, sua esposa, faleceu deixando um enorme vazio na vida de Orsini. Muitos dizem que a viuvez fez com que o príncipe não conseguisse mais enxergar a beleza da existência humana, então, pensou em construir um parque cheio de figuras feias, grotescas, animalescas. Feias e sombrias como a dor e o sofrimento.

Depois que o príncipe faleceu, o parque foi abandonado e somente 400 anos depois (na metade do século passado) é que uma família tomou a frente de restaurar a propriedade e as estátuas.

Muito curiosa e interessante também é a casa pendente. Muitos pensam que a casa ficou torta porque o terreno afundou, mas não! Tratando-se de um bosque sagrado, com figuras monstruosas, a casa também não poderia ser “normal”. Se não é grotesca como as figuras, com certeza é muito curiosa.


E quando entramos nela, temos aquela sensação de vertigem. Há indicações que atestam que a entrada original do parque era aqui, nas proximidades da casa torta, à época da sua construção.

Todos querem entrar na casa, tirar fotos e sentir essa vertigem!

Depois da casa um série de figuras mitológicas. Muito interessante as estátuas que representam e/ou estão ligadas ao reino dos mortos.

Perséfone/Proserpina, aquela que foi raptada por Hades/Plutão. A mesma já foi lindamente retratada pela escultura de Gian Lorenzo Berbini, o Rapto de Proserpina, que está na Galleria Borghese.


Uma erínia/fúria e também uma equidna. Mulheres mitológicas com bustos de ninfas e membros inferiores monstruosos.



O parque que elogia a antiguidade não poderia faltar um teatro antigo e obeliscos, também decorados com máscaras grotescas.

Toda essa curiosa evocação pela “feiura” é balanceada pela natureza bem verde do bosque, o que, realmente, o torna uma espécie de bosque sagrado.

 No inverno, com menos luz, ou em algumas horas do dia com menos visitantes, o lugar devE ter uma atmosfera um tanto curiosa. Não chega a ser angustiante, mas no séc. XVI ou XVII deveria ser muito mais curioso.

                                                                Assista o vídeo:

                 fonte:UFOVNImania- A verdade está lá fora

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Eclipse do dia 21 na Carolina do Norte:Agências de emergência avisam sobre estranhas aparições


Em meio a euforia do eclipse solar que trará milhões de visitantes para dezenas de eventos acontecendo em todo o estado neste mês, aqui está uma coisa que você provavelmente não se preparou para: um encontro SOBRENATURAL

Felizmente, várias agências governamentais estiveram à frente deste possível acontecimento, já divulgando nas mídias sociais a possibilidade de atividades paranormais à medida que o céu escurece no meio da tarde em 21 de agosto.

E com a história da Carolina do sul sobre o Homem Lagarto ou seja em inglês "Lizard Man" e Pé Grande, ou seja "Bigfoot" avistamentos, os moradores devem estar cientes das possibilidades. 

Pelo menos a Divisão de Gerenciamento de Emergência da Carolina do Sul pensa assim. 

A agência criou um gráfico na quarta-feira, "sobre possíveis atividades paranormais" que ocorrem durante o eclipse solar. 


Gráfico SCEMD representando possíveis avistamentos de Homem Lagarto no caminho da totalidade. (Fornecido / South Carolina Emergency Management Division)
"A SCEMD não sabe se os Homens Lagartos se tornam mais ativos durante um eclipse solar", explica a agência. "Mas nós aconselhamos que os residentes dos condados de Lee e Sumter devem permanecer sempre vigilantes".

O "Lizard Man" foi descoberto pela primeira vez em 1988 por Christopher Davis, um residente de 17 anos de Lee County, de acordo com relatórios anteriores do Correio e Courier.

Davis estava dirigindo por volta das 2 da manhã, uma manhã de verão, quando furou um pneu perto de Scape Ore Swamp. Depois que ele acabou mudando, ele afirmou que um "diabo de olhos vermelhos" apareceu a cerca de 30 metros de distância. Davis conseguiu entrar em seu carro e dirigir enquanto a suposta criatura pulava no teto. Ele jogou para fora, mas disse que era capaz de acompanhar o carro a velocidades de até 40 mph.

A história de Davis reuniu atenção internacional e relatou que os avatares "Lizard Man" continuaram até 2015, de acordo com uma história do   jornal The State . Mesmo dois policiais disseram que estavam convencidos de "algo está lá fora" depois de ter um suposto encontro cerca de um mês após a experiência de Davis. 

A NASA pode não estar completamente no circuito no "Lizard Man" da Carolina do Sul, mas seu Centro de Visualização Científica publicou "Sunsquatch", um gráfico que mostra exatamente onde se poderia ver o eclipse e "bigfoot" ao mesmo tempo.


O mapa mostra onde o caminho da totalidade e avistamentos de bigfoot se sobrepõem nos Estados Unidos. (Joshua Stevens / NASA Scientific Visualization Studio)

Com várias sobreposições ocorrendo no Upstate, não é nenhuma surpresa que o Departamento de Polícia de Greenville tenha avisado "Se você vê o Bigfoot, não toque" em uma publicação no Facebook quarta-feira à noite, que foi vinculada a um vídeo de 2015 de um suposto "bigfoot" que atravessa o campo De uma cidade vizinha. 

Qual é a conclusão de tudo isso? Parece que nenhuma dessas criaturas alguma vez causou danos físicos a uma pessoa, então não tenha medo de se aventurar ao ar livre durante o eclipse. (Embora você deva seguir estas dicas de segurança)

Então, nosso conselho é simplesmente, como diz SCEMD: "se você vir alguma coisa, diga algo".

                                         Assista o vídeo:

                 fonte:UFOmania - The truth is out there

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Vida Passada?Menino de 3 anos diz quem o matou!!


Esta é a extraordinária história de um garoto sírio de 3 anos. Ele é de um pequeno assentamento nas colinas de Golã (Território onde 1/3 da parte oriental é controlada pela Síria e os 2/3 da parte ocidental é controlada por Israel) e contou aos adultos de sua vila algo desconcertante.

Com apenas 3 anos, ele já pode falar muito bem para sua idade. Ele usa essa habilidade para falar para os mais velhos de sua vila algo inacreditável: o garoto consegue se lembrar de ter sido morto.

No começo, seus pais ignoraram; as crianças sempre falam besteira, pensaram. Mas o pequeno insistia constantemente na história. Suas memórias o atormentavam. Ele se lembra de imagens terríveis envolvendo um machado e uma briga. Ele era tão detalhista que seus pais passaram a acreditar na história, que logo se espalhou pela vila.

A história causou furor no local, especialmente pelo fato da maioria de sua população ser drusa. Os drusos acreditam em reencarnação e renascimento, o que faz com que as palavras do garoto tenham um significado especial. Para tornar a história ainda mais tenebrosa, ele tem uma marca de nascença vermelho-fogo bem no meio da testa. Os drusos acreditam que isso representa uma ferida de alguma vida passada.

O garoto diz que foi morto com um machado em sua vida passada. Mas o que é ainda mais inacreditável: ele diz se lembrar de sua antiga cidade e do seu assassino.

O garoto reconhece um dos moradores, o surpreende e diz: “Eu era seu vizinho. Nós tivemos uma briga e você me matou com um machado”. O homem ficou branco como giz. “Eu sei até mesmo onde você enterrou meu corpo”, concluiu o garoto.

Deixando todos ainda mais embasbacados, o garoto foi capaz de descrever nos mínimos detalhes onde o corpo estava: embaixo de uma pilha de pedras. A ferida fatal em uma caveira estilhaçada estava exatamente no mesmo lugar onde o garoto tem a marca de nascença.

O assassino confessou o crime imediatamente e foi condenado pelo assassinato. Depois disso, o garoto passou a ser menos atormentado pelas lembranças. Muitos cientistas, embora incrédulos, se interessaram pelo caso e foram feitas pesquisas nos temas de experiências de quase morte e reencarnação.

                                                            Assista o vídeo:
      
                 fonte:Strange Mysteries 

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Câmera capta fantasma cruzando uma estrada na Irlanda do Norte


Um homem pode ter capturado a imagem de um fantasma caminhando por uma estrada em Armagh, na Irlanda do Norte. Um traço veio capturado o que é dito ser um fantasma, que parece flutuar através de uma parede de casas à esquerda da tela e, em seguida, lentamente sobre a estrada antes de simplesmente desaparecer em uma parede cercada no lado direito da tela.

As filmagens vieram da câmera de uma senhora que estava em Vicars Hill, em Armagh, na Irlanda do Norte. O carro estava fora da base da Catedral da Igreja da Irlanda. As mulheres que capturaram os acontecimentos assustadores não querem que os nomes sejam revelados. No entanto, ela enviou a filmagem para um site de notícias em Armagh.

Fantasma vestido com roupas do período georgiano  

Um relato da senhora disse que estava em choque de ver o fantasma aminhando. Eles apontaram que, quando o vídeo é ampliado, a figura parece usar roupas que datam do período georgiano.

O assassinato da dama de verde vinculado com muitas histórias sobre acontecimentos fantasmagóricos em Armagh e em conversas particulares sobre uma Senhora de Verde, e este é um conto que os pais costumavam usar para colocar medo nas crianças para levá-los a casa antes de escurecer. O rumor dizia que se eles não estivessem em casa antes de escurecer, então a mulher verde viria buscá-los. Outra história apresenta em torno de uma Senhora branca que foi dito ter vivido no centro da cidade. Dizia-se que as origens da história sobre a dama de verde e a dama branca tinham sido baseadas em fatos de uma história trágica. A história é dito incluir contos sobre infanticídio, insanidade, assassinato, suicídio e cair da graça na casa grande e encontrar um fim que foi chocante nas favelas de Dublin. O verdadeiro título era a Senhora de Verde de Vicars Hill, e volta mais de 125 anos para um assassinato macabro. A história diz que Bellina Prior, de 21 anos, que era filha de um comandante militar em Armagh, havia sido acusada de assassinato. Ela disse ter matado Ann Slavin, uma criança de quatro anos, que morava na rua Callan durante 1888. Houve um grande debate sobre o que aconteceu, e ao longo dos anos, muitas versões diferentes foram ditas a crianças pequenas. Foi dito que Prior tinha afogado a criança em uma caldeira na cozinha e não havia nenhum motivo por trás do assassinato. A defesa disse que a criança havia caído na caldeira depois de perder o equilíbrio quando estava perto. Foi dito que perdeu a presença de espírito, pois não conseguiu salvar a vida da criança e então ela disse que a havia assassinado. Mas é a prova de vídeo que um fantasma está caminhando pelas ruas de Armagh?

                                           Assista o vídeo:

                 fonte:Paranormal Globe

sábado, 29 de julho de 2017

Os mistérios do Livro de Thoth que pode reviver os mortos


Nos tempos antigos tem sido conhecido por vários textos sagrados e manuscritos encontrados que viveram Seres Superiores que foram reverenciados e coexistiam com os humanos, transmitindo seu conhecimento do espaço e a vida e a morte, algo que já foi gravado pelos nossos antepassados nesses livros que alguns consideraram amaldiçoados. Um desses textos é chamado o Livro de Thoth, um manuscrito que contém equações complexas matemáticas, rituais de ocultismo e informações privilegiadas relacionadas com a Bíblia, a construção das pirâmides e até mesmo como ressuscitar os mortos, saberemos mais em profundidade sobre este livro enigmático.

                                                              Assista o vídeo:

      
                    fonte:Jaconor 73